ACCS - Associação Catarinense de Criadores de Suínos

Notícias


MG: Boas notícias para os suinocultores que produzem energia por biodigestores

Governador sanciona lei que prevê isenção de ICMS à produção de energia elétrica de fontes renováveis

27/01/2021 às 08h28


2021 iniciou com boas notícias para os suinocultores que produzem energia elétrica a partir de seus biodigestores. Depois de quase um ano de luta, nas mais diversas instâncias, pela retirada de impostos relativos ao ICMS da energia produzida a partir de biogás o governador de Minas promulgou a Lei 23.762 que prevê a redução do ICMS – podendo chegar a 0% – sobre equipamentos, peças, partes e componentes utilizados na instalação de micro e mini sistemas de geração distribuída de energia elétrica no Estado com capacidade de até 5 megawatts (MW).
 
Desde o início 2020 a Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (ASEMG), em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG), trabalha fortemente pela isonomia de impostos em relação a energia fotovoltaica. As entidades apoiaram e acompanharam de perto a tramitação do Projeto de Lei (PL 4.054/17) que concede isenção de ICMS a usuários de “energia de cogeração qualificada ou de uso de fontes renováveis” e objetivava vincular o benefício fiscal não somente para a energia solar fotovoltaica, como já ocorre, mas também para a energia de cogeração qualificada ou de uso de fontes renováveis de energia.
 
Após meses de desdobramentos, em dezembro, o PL foi aprovado em 2º turno no Plenário da ALMG, indo para o despacho do Governador. No início de janeiro o Governador Romeu Zema sancionou a Lei que dá a possibilidade aos produtores. Clique e confira a lei na íntegra: Lei 23.762 .
 
No entanto, apesar da lei aprovada pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador, para valer, a proposta de benefício precisa ser levada para apreciação do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) e aprovada por todos as unidades da federação, sendo transformada em convênio. Vencida essa etapa, os interessados poderão aderir ao convênio para usufruir do benefício. Essa é uma exigência imposta pela Lei Complementar 160/2017, que trata dos benefícios fiscais concedidos pelos entes da federação.

Fonte: 3tres3.com.br



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Fique tranquilo que ele não será exibido junto ao comentário.







Veja Também









Parceiros

COASC
49 3442 6158
49 8835 0275
DB GENÉTICA SUÍNA
(34) 3818-2500
AGROCOASC
(49) 3442-6158
MAGNANI - IMPLEMENTOS PARA SUINOCULTURA
49 3452 2266
EQUITTEC
(54) 3442-5666
G&S AGRO INFORMÁTICA
49 3566-4381
TOPGEN
(43)3535-1432
AGROCERES PIC - GENÉTICA DE SUÍNOS
(19) 3526-8580
SICOOB CREDIAUC
49 34411300
Sky Sollaris
(49) 3442-0072
(49) 99912-8000

Newsletter

Fique por dentro das novidades.

Novidades no Whatsapp