ACCS - Associação Catarinense de Criadores de Suínos

Notícias


China cria porcos gigantes, do tamanho de ursos polares, para suprir perdas com peste suína

Doença vem dizimando os rebanhos no país. Produtores alimentam animal para atingir até 500 kg

07/10/2019 às 10h20


Em uma fazenda na região sul da China vive um porco muito grande, tão pesado quanto um urso polar. O animal de 500 kg faz parte de um rebanho que está sendo criado para se tornar uma espécie de suíno gigante.
 
No abate, alguns dos porcos podem ser vendidos por mais de 10.000 yuanes (US$ 1.399), mais de três vezes a renda média mensal disponível em Nanning, capital da província de Guangxi, onde vive Pang Cong, o dono da fazenda.
 
Embora os porcos de Pang possam ser um exemplo extremo do caminho que os agricultores deverão percorrer para suprir o problema de escassez de carne suína da China, a ideia de que quanto maior é melhor, está se espalhando por todo o país, lar dos mais vorazes consumidores de carne do mundo.
 
Os altos preços da carne suína na província de Jilin, no nordeste do país, estão levando os agricultores a criar porcos para atingir um peso médio de 175 a 200 kg, acima do peso normal de 125 kg. Eles querem deixá-los "o maior possível", disse Zhao Hailin, um produtor de suínos da região.
 
A tendência também não se limita às pequenas fazendas. Os principais produtores de proteína da China, incluindo o Wens Foodstuffs Group, o principal criador de porcos do país, a Cofco Meat Holdings Ltd. e o Beijing Dabeinong Technology Group Co., dizem que estão tentando aumentar o peso médio de seus porcos.
 
As grandes fazendas estão focadas em aumentar o peso em pelo menos 14%, disse Lin Guofa, analista sênior da consultoria Bric Agriculture Group.
 
O peso médio dos porcos no abate em algumas fazendas de grande porte chegou a 140 kg, em comparação com os 110 kg normalmente, disse Lin. Isso pode aumentar os lucros em mais de 30%, disse ele.
 
Os grandes suínos estão sendo criados durante um período urgente para a China. Com a peste suína africana dizimando o rebanho suíno do país - pela metade, segundo algumas estimativas - os preços da carne de porco subiram para níveis recordes, levando o governo a instar os agricultores a aumentar a produção para atenuar a inflação.
 
O vice-primeiro-ministro chinês Hu Chunhua alertou que a situação do abastecimento ficará "extremamente grave" até o primeiro semestre de 2020. A China enfrentará uma escassez de carne suína de 10 milhões de toneladas este ano, mais do que o disponível no comércio global, o que significa que precisa aumentar produção nacional, disse ele.
 
Durante uma recente visita às principais províncias de Shandong, Hebei e Henan, Hu pediu aos governos locais que retomem a produção de suínos o mais rápido possível, com o objetivo de retornar aos níveis normais no próximo ano.

Fonte: O Globo



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Fique tranquilo que ele não será exibido junto ao comentário.







Veja Também









Parceiros

G&S AGRO INFORMÁTICA
49 3566-4381
TOPGEN
(43)3535-1432
DB GENÉTICA SUÍNA
34 3818 2500
Sky Sollaris
(49) 3442-0072
(49) 99912-8000
SINCOL S/A INDUSTRIA E COMÉRCIO
(49) 3561-5000
(49) 98809-7488
MAGNANI - IMPLEMENTOS PARA SUINOCULTURA
49 3452 2266
COASC
49 3442 6158
49 8835 0275
ORDEMILK LTDA.
(49) 3537-0454
PEROZIN INDÚSTRIA METALÚRGICA
(49) 3442-1466
SICOOB CREDIAUC
49 34411300

Newsletter

Fique por dentro das novidades.

Novidades no Whatsapp