Suíno Preço Base
Cooper Central Aurora: R$ 2,80
Pamplona: R$ 2,80
BRF (Sadia/Perdigão): R$ 3,00
JBS Foods: R$ 2,90
+ Bonificação de Carcaça (Média da Bonificação 10%)

Ver Histórico

Bolsa de Suínos
Santa Catarina: R$ 3,55
São Paulo: R$ 4,00
Minas Gerais: R$ 4,00
Paraná: R$ 3,75

Ver Histórico

Mercado de Grãos - Santa Catarina
Milho: R$ 45,90 (Referência Copérdia)
Farelo de Soja: R$ 1,59

Ver Histórico

 
Links da Suinocultura
ABCS
ABPA
CANAL RURAL
CEPEA
CIDASC
CNA
EMBRAPA
FAESC SENAR/SC
FATMA
MAPA
MDIC
NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
O PRESENTE RURAL
PÁGINA RURAL
PORKWORLD
SAFRAS & MERCADO
SEC. DA AGRICULTURA
SUINO.COM
SUINOCULTURA INDUSTRIAL
TERRA VIVA
 
ou data:
NOTÍCIAS DE MERCADO
06/06/2018 às 8h16
Atualizada em 06/06/2018 - 08h20
Preços do suíno vivo disparam na maior parte dos estados
Apenas no Mato Grosso o preço do suíno vivo caiu, passando de R$ 2,36 para R$ 2, uma retração de 15,25%
Compartilhe esta notícia:


Foto: Tiago Rafael/ACCS

O preço do suíno vivo na maioria dos estados levantados pela Suinocultura Industrial registrou aumento nesta semana. A maior alta foi no Paraná, onde o valor chegou a R$ 4, ou seja, aumento de 25% sobre os R$ 3,20 da semana anterior, segundo dados da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS). Apenas no Mato Grosso o preço do suíno vivo caiu, passando de R$ 2,36 para R$ 2, uma retração de 15,25%.
 
Em sete dos nove estados, cujos valores da Bolsa de Suínos foram disponibilizados, houve aumento no preço do suíno vivo. Depois do Paraná, o maior aumento de preço foi em Goiás, estado em que o quilo do vivo foi de R$ 3,30 a R$ 3,80, ainda conforme informações da ABCS.
 
O estado de São Paulo vem em seguida, com uma alta de preço de 14,46%. Neste caso, segundo a Associação Paulista de Criadores de Suínos (APCS), o quilo do suíno vivo foi de R$ 3,25 a R$ 3,72.
 
Na avaliação do presidente da entidade, Valdomiro Ferreira Júnior, verificou-se uma boa procura por animais vivos, de modo que a bolsa de suínos foi “conservadora”. Segundo ele, a preocupação do setor continua sendo o alto custo de produção e os elevados preços de milho e farelo de soja. “Com as atuais referências o suinocultor continua perdendo”, disse.
 
Em Santa Catarina, o preço do suíno vivo na bolsa passou de R$ 2,80 para R$ 3,20. A alta neste caso foi de 14,29%, segundo a Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS). No estado de Minas Gerais a bolsa de suínos foi estabelecida no patamar de R$ 3,80, valor 11,76% maior que os R$ 3,40 da semana anterior. Os números foram divulgados pela Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (Asemg).
 
“O varejo do estado, seja em Belo Horizonte ou no interior, está completamente desabastecido e este é um momento que exige planejamento das vendas de animais vivos por parte dos suinocultores”, disse em nota o presidente da Asemg, Antônio Ferraz. “Temos que ter cautela para diluirmos a nossa oferta nos próximos quinze dias e assim conservarmos o valor pago pelo quilo do suíno vivo em patamares mais confortáveis para nós suinocultores.”
 
No Rio Grande do Sul o aumento no preço do suíno vivo foi de R$ 0,11, passando de R$ 3,15 da semana anterior para R$ 3,26 nesta, segundo a Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (Acsurs).

Fonte: Suinocultura Industrial
 
Comentário
 
      Nenhum comentário para esta notícia!
Deixe seu Comentário para a notícia "Preços do suíno vivo disparam na maior parte dos estados"
(*) - Todos os campos são de preenchimento obrigatório.
Seu Nome*:
Seu E-mail*:
(o email não será publicado)
Cidade*:
Estado*:
Comentário*:
  500 caracteres restantes.
Eu li e aceito as regras de publicação de comentários. VER REGRAS

VEJA TAMBÉM - Outras Notícias da Categoria NOTÍCIAS DE MERCADO
11/10/2018 - Datafolha mostra Bolsonaro com 16 pontos sobre Haddad
O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, tem 58 por cento dos votos válidos para o segundo turno da eleição presidencial...
11/10/2018 - FPA ratifica apoio a Bolsonaro no segundo turno e entrega pauta prioritária do setor
A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) se reuniu nesta quarta-feira (10), no Rio de Janeiro, com o candidato à Presidência...
10/10/2018 - Funrural: Votação de MP que prorroga prazo para adesão ao PRR fica para esta quarta-feira(10)
Em vídeo distribuído nas redes sociais, o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) explicou que por falta de quórum no Senado, a votação...
10/10/2018 - SRB: renovação do Congresso pode ampliar bancada da agropecuária
A Sociedade Rural Brasileira (SRB) considera que a alta taxa de renovação no Congresso Nacional pode fortalecer e ampliar a...
10/10/2018 - JBS investe 45 milhões e amplia produção para mercado chinês
A JBS investiu R$ 45 milhões na ampliação das plantas localizadas nas cidades mineiras de Iturama e Ituiutaba e vai dobrar a...
09/10/2018 - Aliada a Bolsonaro, Frente Parlamentar da Agropecuária reelege 52% de seus membros na Câmara
Fiel da balança durante os últimos dois governos, a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) terá de se reinventar para manter o...
08/10/2018 - Nem aliança de centro-esquerda derrota Bolsonaro, dizem analistas
Para o candidato Fernando Haddad (PT), não será suficiente criar uma grande aliança democrática, aglutinando partidos de...
08/10/2018 - Senado se prepara para debater MP de renegociação de dívidas rurais
No próximo dia 9, terça-feira, está na pauta do Senado Federal a Medida Provisória (842/2018) que trata da renegociação de dívidas...
08/10/2018 - Peste Suína Africana tem impacto no comércio da União Europeia
A Peste Suína Africana pode ter um efeito imediato sobre o comércio de carnes, como ocorreu recentemente com os casos na Bélgica....
04/10/2018 - Consumo de carne suína dos brasileiros tem potencial de crescimento
 
 
Rua do Comércio, nº 655
Centro, Concórdia / SC
CEP: 89700-089
Diretoria
Granjas de Material Genético
50 anos de ACCS
55 anos de ACCS
Relatórios Anuais
Frente Parlamentar
Núcleos e Associações
50 anos ACCS
55 anos ACCS
Rádio ACCS
TV ACCS
Notícias
Links da Suinocultura
Receitas
Newsletter
Agenda de Eventos
Previsão do Tempo
Galeria de Fotos
© - Ideia Good - Soluções para Internet