Suíno Preço Base
Cooper Central Aurora: R$ 2,80
Pamplona: R$ 2,80
BRF (Sadia/Perdigão): R$ 3,00
JBS Foods: R$ 2,90
+ Bonificação de Carcaça (Média da Bonificação 10%)

Ver Histórico

Bolsa de Suínos
Santa Catarina: R$ 2,80
São Paulo: R$ 3,25
Minas Gerais: R$ 3,30
Paraná: R$ 3,20

Ver Histórico

Mercado de Grãos - Santa Catarina
Milho: R$ 44,40 (Referência Copérdia)
Farelo de Soja: R$ 1,59

Ver Histórico

 
Links da Suinocultura
ABCS
ABPA
CANAL RURAL
CEPEA
CIDASC
CNA
EMBRAPA
FAESC SENAR/SC
FATMA
MAPA
MDIC
NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
O PRESENTE RURAL
PÁGINA RURAL
PORKWORLD
SAFRAS & MERCADO
SEC. DA AGRICULTURA
SUINO.COM
SUINOCULTURA INDUSTRIAL
TERRA VIVA
 
ou data:
NOTÍCIAS DE MERCADO
24/04/2018 às 8h4
Supremo marca para 17 de maio julgamento de embargos do Funrural
Decisão é considerada decisiva para consolidar posicionamento da corte sobre a cobrança da contribuição previdenciária
Compartilhe esta notícia:


Foto: Ilustração/Internet

Supremo Tribunal Federal (STF) pautou para o dia 17 de maio o julgamento de embargos declaratórios sobre a decisão que considerou constitucional a cobrança do Fundo de Apoio ao Trabalhador Rural (Funrural). Os embargos foram impetrados por diversas entidades ligadas à produção agropecuária.
 
O relator é o ministro Alexandre de Moraes. Esta ação é considerada decisiva para consolidar o entendimento do Supremo sobre o recolhimento do Funrural, com efeito sobre produtores e empresários rurais de todo o Brasil.
 
Há pouco mais de um ano, os ministros do Supremo consideraram que a cobrança está de acordo com a constituição. Foi no julgamento de um recurso da União (RE 718874) contra uma decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado no Rio Grande do Sul (TRF-4). A decisão do TRF-4 era liminar. Suspendia a cobrança, mas ela não deixava de existir. A posição do Supremo acabou por criar um passivo calculado em bilhões de reais.
 
Lideranças do agronegócio argumentam que a decisão do STF é contraditória. O resultado do julgamento de 2017 é oposto a outra decisão da própria corte anos atrás, que considerou a cobrança do Funrural inconstitucional. Por isso o questionamento pelos embargos.
 
Enquanto um novo posicionamento do STF é esperado, foi proposta e aprovada no Congresso uma lei que cria condições de renegociação das dívidas do Funrural. O presidente Michel Temer chegou a vetar alguns artigos do texto, mas os vetos foram derrubados pelos parlamentares.
 
Pelas regras do chamado Refis do Funrural, quem aderir às condições até 30 de abril poderá quitar a dívida com 100% de desconto nos juros, multas e outros encargos. Sem os vetos, os devedores já podem fazer a adesão.
 
Garantidas essas condições de pagamento, a tentativa agora é de eliminar o passivo do Funrural. Lideranças da bancada ruralista e representações do agronegócio têm apoiado essa ideia. Caso da Sociedade Rural Brasileira (SRB), que divulgou um comunicado sobre o assunto no início do mês.
 
“Um Projeto de Lei que eliminaria o passivo do Funrural vem sendo trabalhado no Congresso Nacional. Eliminar é o que todos queremos. Porém, avaliamos, é complexo obter tal aprovação, já que o PL implicaria em renúncia de receitas fiscais previstas no orçamento da União”, dizia a nota da entidade.

Fonte: Revista Globo Rural
 
Comentário
 
      Nenhum comentário para esta notícia!
Deixe seu Comentário para a notícia "Supremo marca para 17 de maio julgamento de embargos do Funrural"
(*) - Todos os campos são de preenchimento obrigatório.
Seu Nome*:
Seu E-mail*:
(o email não será publicado)
Cidade*:
Estado*:
Comentário*:
  500 caracteres restantes.
Eu li e aceito as regras de publicação de comentários. VER REGRAS

VEJA TAMBÉM - Outras Notícias da Categoria NOTÍCIAS DE MERCADO
24/05/2018 - Notícias Agrícolas: Presidente da ACCS fala sobre a greve dos caminhoneiros
23/05/2018 - FUNRURAL: Jurisprudência inalterada
O Supremo Tribunal Federal reafirmou, nesta quarta-feira (23/5), que é constitucional a contribuição do empregador rural pessoa...
23/05/2018 - Greve de caminhoneiros provoca paralisação de agroindústria
A Aurora Alimentos anunciou no final da tarde de terça-feira que vai paralisar a produção em todas as unidades de suínos e aves de...
23/05/2018 - Paralisação de caminhoneiros continuará na 4ª-feira, redução da Cide "não resolve", diz Abcam
A paralisação dos caminhoneiros autônomos do país, iniciada na segunda-feira, deve continuar nesta...
22/05/2018 - Fim do embargo russo a carnes está próximo
Após praticamente um semestre, o embargo da Rússia às carnes bovina e suína brasileiras pode ser levantado neste mês. A...
22/05/2018 - Embargos do Funrural serão julgados pelo STF na quarta-feira
O Supremo Tribunal Federal (STF) remarcou para a próxima quarta-feira (23/5) o julgamento de embargos declaratórios sobre a...
22/05/2018 - "Quem produz grãos está ganhando dinheiro, quem produz carne não"
O presidente da terceira maior agroindústria de carnes do país, a Coopercentral Aurora Alimentos, Mário Lanznaster, é a primeira...
21/05/2018 - Blairo Maggi discursa na abertura da sessão na OIE em Paris
Em Paris, no domingo (20), o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, em discurso na abertura da 86ª...
21/05/2018 - Abril registra alta nos custos de produção
Os custos mensais de produção de suínos e de frangos de corte calculados pela CIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da...
20/05/2018 - Criação de suínos usa alta tecnologia para garantir leitões de qualidade
Na região de Concórdia, oeste de Santa Catarina, existem muitos frigoríficos e granjas onde se criam...
 
 
Rua do Comércio, nº 655
Centro, Concórdia / SC
CEP: 89700-089
Diretoria
Granjas de Material Genético
50 anos de ACCS
55 anos de ACCS
Relatórios Anuais
Frente Parlamentar
Núcleos e Associações
50 anos ACCS
55 anos ACCS
Rádio ACCS
TV ACCS
Notícias
Links da Suinocultura
Receitas
Newsletter
Agenda de Eventos
Previsão do Tempo
Galeria de Fotos
© - Ideia Good - Soluções para Internet