Suíno Preço Base
Cooper Central Aurora: R$ 2,80
Pamplona: R$ 2,80
BRF (Sadia/Perdigão): R$ 3,00
JBS Foods: R$ 2,90
+ Bonificação de Carcaça (Média da Bonificação 10%)

Ver Histórico

Bolsa de Suínos
Santa Catarina: R$ 3,55
São Paulo: R$ 4,00
Minas Gerais: R$ 4,00
Paraná: R$ 3,75

Ver Histórico

Mercado de Grãos - Santa Catarina
Milho: R$ 45,90 (Referência Copérdia)
Farelo de Soja: R$ 1,59

Ver Histórico

 
Links da Suinocultura
ABCS
ABPA
CANAL RURAL
CEPEA
CIDASC
CNA
EMBRAPA
FAESC SENAR/SC
FATMA
MAPA
MDIC
NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
O PRESENTE RURAL
PÁGINA RURAL
PORKWORLD
SAFRAS & MERCADO
SEC. DA AGRICULTURA
SUINO.COM
SUINOCULTURA INDUSTRIAL
TERRA VIVA
 
ou data:
NOTÍCIAS DE MERCADO
24/04/2018 às 8h4
Supremo marca para 17 de maio julgamento de embargos do Funrural
Decisão é considerada decisiva para consolidar posicionamento da corte sobre a cobrança da contribuição previdenciária
Compartilhe esta notícia:


Foto: Ilustração/Internet

Supremo Tribunal Federal (STF) pautou para o dia 17 de maio o julgamento de embargos declaratórios sobre a decisão que considerou constitucional a cobrança do Fundo de Apoio ao Trabalhador Rural (Funrural). Os embargos foram impetrados por diversas entidades ligadas à produção agropecuária.
 
O relator é o ministro Alexandre de Moraes. Esta ação é considerada decisiva para consolidar o entendimento do Supremo sobre o recolhimento do Funrural, com efeito sobre produtores e empresários rurais de todo o Brasil.
 
Há pouco mais de um ano, os ministros do Supremo consideraram que a cobrança está de acordo com a constituição. Foi no julgamento de um recurso da União (RE 718874) contra uma decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado no Rio Grande do Sul (TRF-4). A decisão do TRF-4 era liminar. Suspendia a cobrança, mas ela não deixava de existir. A posição do Supremo acabou por criar um passivo calculado em bilhões de reais.
 
Lideranças do agronegócio argumentam que a decisão do STF é contraditória. O resultado do julgamento de 2017 é oposto a outra decisão da própria corte anos atrás, que considerou a cobrança do Funrural inconstitucional. Por isso o questionamento pelos embargos.
 
Enquanto um novo posicionamento do STF é esperado, foi proposta e aprovada no Congresso uma lei que cria condições de renegociação das dívidas do Funrural. O presidente Michel Temer chegou a vetar alguns artigos do texto, mas os vetos foram derrubados pelos parlamentares.
 
Pelas regras do chamado Refis do Funrural, quem aderir às condições até 30 de abril poderá quitar a dívida com 100% de desconto nos juros, multas e outros encargos. Sem os vetos, os devedores já podem fazer a adesão.
 
Garantidas essas condições de pagamento, a tentativa agora é de eliminar o passivo do Funrural. Lideranças da bancada ruralista e representações do agronegócio têm apoiado essa ideia. Caso da Sociedade Rural Brasileira (SRB), que divulgou um comunicado sobre o assunto no início do mês.
 
“Um Projeto de Lei que eliminaria o passivo do Funrural vem sendo trabalhado no Congresso Nacional. Eliminar é o que todos queremos. Porém, avaliamos, é complexo obter tal aprovação, já que o PL implicaria em renúncia de receitas fiscais previstas no orçamento da União”, dizia a nota da entidade.

Fonte: Revista Globo Rural
 
Comentário
 
      Nenhum comentário para esta notícia!
Deixe seu Comentário para a notícia "Supremo marca para 17 de maio julgamento de embargos do Funrural"
(*) - Todos os campos são de preenchimento obrigatório.
Seu Nome*:
Seu E-mail*:
(o email não será publicado)
Cidade*:
Estado*:
Comentário*:
  500 caracteres restantes.
Eu li e aceito as regras de publicação de comentários. VER REGRAS

VEJA TAMBÉM - Outras Notícias da Categoria NOTÍCIAS DE MERCADO
11/10/2018 - Datafolha mostra Bolsonaro com 16 pontos sobre Haddad
O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, tem 58 por cento dos votos válidos para o segundo turno da eleição presidencial...
11/10/2018 - FPA ratifica apoio a Bolsonaro no segundo turno e entrega pauta prioritária do setor
A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) se reuniu nesta quarta-feira (10), no Rio de Janeiro, com o candidato à Presidência...
10/10/2018 - Funrural: Votação de MP que prorroga prazo para adesão ao PRR fica para esta quarta-feira(10)
Em vídeo distribuído nas redes sociais, o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) explicou que por falta de quórum no Senado, a votação...
10/10/2018 - SRB: renovação do Congresso pode ampliar bancada da agropecuária
A Sociedade Rural Brasileira (SRB) considera que a alta taxa de renovação no Congresso Nacional pode fortalecer e ampliar a...
10/10/2018 - JBS investe 45 milhões e amplia produção para mercado chinês
A JBS investiu R$ 45 milhões na ampliação das plantas localizadas nas cidades mineiras de Iturama e Ituiutaba e vai dobrar a...
09/10/2018 - Aliada a Bolsonaro, Frente Parlamentar da Agropecuária reelege 52% de seus membros na Câmara
Fiel da balança durante os últimos dois governos, a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) terá de se reinventar para manter o...
08/10/2018 - Nem aliança de centro-esquerda derrota Bolsonaro, dizem analistas
Para o candidato Fernando Haddad (PT), não será suficiente criar uma grande aliança democrática, aglutinando partidos de...
08/10/2018 - Senado se prepara para debater MP de renegociação de dívidas rurais
No próximo dia 9, terça-feira, está na pauta do Senado Federal a Medida Provisória (842/2018) que trata da renegociação de dívidas...
08/10/2018 - Peste Suína Africana tem impacto no comércio da União Europeia
A Peste Suína Africana pode ter um efeito imediato sobre o comércio de carnes, como ocorreu recentemente com os casos na Bélgica....
04/10/2018 - Consumo de carne suína dos brasileiros tem potencial de crescimento
 
 
Rua do Comércio, nº 655
Centro, Concórdia / SC
CEP: 89700-089
Diretoria
Granjas de Material Genético
50 anos de ACCS
55 anos de ACCS
Relatórios Anuais
Frente Parlamentar
Núcleos e Associações
50 anos ACCS
55 anos ACCS
Rádio ACCS
TV ACCS
Notícias
Links da Suinocultura
Receitas
Newsletter
Agenda de Eventos
Previsão do Tempo
Galeria de Fotos
© - Ideia Good - Soluções para Internet