Suíno Preço Base
Cooper Central Aurora: R$ 2,80
Pamplona: R$ 2,80
BRF (Sadia/Perdigão): R$ 3,00
JBS Foods: R$ 2,90
+ Bonificação de Carcaça (Média da Bonificação 10%)

Ver Histórico

Bolsa de Suínos
Santa Catarina: R$ 3,30
São Paulo: R$ 3,68
Minas Gerais: R$ 3,80
Paraná: R$ 3,30

Ver Histórico

Mercado de Grãos - Santa Catarina
Milho: R$ 44,40 (Referência Copérdia)
Farelo de Soja: R$ 1,62

Ver Histórico

 
Links da Suinocultura
ABCS
ABPA
CANAL RURAL
CEPEA
CIDASC
CNA
EMBRAPA
FAESC SENAR/SC
FATMA
MAPA
MDIC
NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
O PRESENTE RURAL
PÁGINA RURAL
PORKWORLD
SAFRAS & MERCADO
SEC. DA AGRICULTURA
SUINO.COM
SUINOCULTURA INDUSTRIAL
TERRA VIVA
 
ou data:
NOTÍCIAS DE MERCADO
09/02/2018 às 8h45
Atualizada em 09/02/2018 - 08h47
China amplia compra de carne suína catarinense
País asiático se consolida como o principal mercado para a proteína animal produzida em Santa Catarina
1 Comentário
Compartilhe esta notícia:



China se consolida como principal mercado para carne suína catarinense. Em janeiro, o estado faturou US$ 20 milhões com as vendas para o mercado chinês – mais do que o dobro da receita em dezembro de 2017. No último mês foram embarcadas 9,7 mil toneladas de carne suína com destino ao país asiático – 110,5% a mais do que em dezembro. A ampliação das vendas para a China acabou contribuindo para que Santa Catarina entrasse em 2018 com saldo positivo nas exportações de carne suína.
 
Em janeiro, o estado embarcou 25 mil toneladas do produto, 10,2% a mais do que no último mês de 2017. O faturamento com as vendas internacionais também teve alta de 4,2% e fechou em US$51,3 milhões.
 
Em comparação com janeiro de 2017, os embarques de carne suína tiveram uma pequena queda tanto na quantidade (-1,7%) quanto no faturamento (-6,7%). O que pode ser explicado pela suspensão das vendas para Rússia, maior comprador da carne suína catarinense no último ano (102 mil toneladas).
 
Com a saída temporária da Rússia, a China passou a ser o maior mercado para a carne suína produzida no estado. Em relação ao primeiro mês de 2017, as vendas para o mercado chinês foram 69,6% maiores em janeiro e o faturamento aumentou em 71,9%.
 
Santa Catarina segue como o maior produtor e exportador de carne suína do país. O estado foi responsável por 46,9% de toda carne suína vendida pelo Brasil em janeiro.
 
Segundo o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, o agronegócio vem conquistando cada vez mais espaço na pauta de exportações catarinenses, resultado da qualidade e da sanidade dos rebanhos. “O agronegócio faturou US$ 5,5 bilhões com as exportações em 2017, isso foi 65% do total exportado pelo estado. É um desempenho incrível. As carnes produzidas em Santa Catarina têm um grande diferencial que é a sanidade dos nossos rebanhos e isso nos dá acesso aos mercados mais exigentes do mundo. Nosso desafio é manter esse status sanitário diferenciado e ampliar nossas vendas ao exterior”.
 
Os principais mercados para carne suína catarinense nesse início de ano foram China, Hong Kong, Chile e Argentina.
 
Carne de aves
 
O mês de janeiro teve queda nas exportações de carne de frango. Ao todo, o estado vendeu 69,6 mil toneladas e faturou US$ 120 milhões em janeiro. Uma redução de 11,6% na arrecadação e de 6,4% na quantidade – em relação a dezembro.
 
Quando comparado com o mesmo período de 2017, a queda é de 17,6% no faturamento e de 13,9% na quantidade. O estado respondeu por 22% das exportações brasileiras de carne de frango em janeiro. Os principais mercados para a carne de frango catarinense foram: Japão, Emirados Árabes e Arábia Saudita.
 
Exportações Brasil

Como grande exportador de carnes, Santa Catarina interfere no desempenho nacional. Sendo assim, o país também registra uma redução nos embarques de carne suína e de frango em relação ao mesmo período de 2017. Em janeiro o Brasil embarcou 323 mil toneladas de carne de frango – 8,9% a menos – e 53,3 mil toneladas de carne suína – 15,8% a menos. O faturamento também foi menor, uma redução de 13,4% para carne de frango (US$ 512,7 milhões) e de 20,1% para carne suína (US$110,2 milhões).
 
Exportações catarinenses em 2017
 
Em 2017, foram 276,5 mil toneladas de carne suína vendidas para mais de 50 países. As receitas geradas com as exportações passaram de US$ 639,2 milhões. Os principais compradores da carne suína catarinense foram Rússia, China, Hong Kong, Chile e Argentina.
 
Ao longo do ano foram embarcadas 971 mil toneladas de carne de aves, com um faturamento de US$ 1,8 bilhão no último ano. A carne de frango produzida em Santa Catarina chegou a mais de 120 países e os principais compradores foram Japão, China, Países Baixos e Arábia Saudita.
 
Os números foram divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e analisados pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa/Epagri).

Fonte: Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
 
1 Comentário
 
vianei Muller. comentou em 11/02/2018 as 07:01:18
peritiba | SC
Se as exportações aumentaram tanto porque o preço abaixou. Uma vegonha.
Deixe seu Comentário para a notícia "China amplia compra de carne suína catarinense"
(*) - Todos os campos são de preenchimento obrigatório.
Seu Nome*:
Seu E-mail*:
(o email não será publicado)
Cidade*:
Estado*:
Comentário*:
  500 caracteres restantes.
Eu li e aceito as regras de publicação de comentários. VER REGRAS

VEJA TAMBÉM - Outras Notícias da Categoria NOTÍCIAS DE MERCADO
17/08/2018 - Refis do Funrural tem novo prazo de adesão: 31 de dezembro de 2018
A Comissão Especial destinada a analisar a Medida Provisória 842/2018 aprovou, nesta quarta-feira (14), o relatório da proposta...
17/08/2018 - China confirma segundo caso de peste suína africana
A China detectou um segundo caso de peste suína africana em um matadouro de uma empresa alimentícia na região de desenvolvimento...
16/08/2018 - Maior demanda por alimentos deve beneficiar a agropecuária da América do Sul
O aumento da demanda global por alimentos, biocombustíveis e papel deve sustentar o crescimento do setor de agronegócios da...
16/08/2018 - MPF emite parecer favorável a transporte de animais vivos
A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, emitiu na terça-feira (14) um parecer favorável ao transporte e às exportações de...
15/08/2018 - Setor produtivo de Santa Catarina se une contra aumento da energia elétrica
Enquanto o tímido crescimento econômico impede empresas privadas de elevar preços dos seus produtos e serviços, as companhias de...
15/08/2018 - Impacto fiscal de renegociação de dívidas rurais pode cair a R$ 2 bi
O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) cedeu em partes aos apelos do Ministério da Fazenda e resolveu fazer mudanças em seu...
15/08/2018 - O aumento da produção de carne suína no México
A produção de carne suína no México vem aumentando, e o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) projeta crescimento...
14/08/2018 - Para Sociedade Rural, burocracia inviabiliza caça de javalis
A Resolução Conjunta SAA/SMA 1, publicada no Diário Oficial do Estado do Paraná, permite a caça desde que sejam apresentados dados...
14/08/2018 - Agro registra recorde de US$ 59,2 bi em vendas externas desde janeiro
As exportações brasileiras do agronegócio subiram de US$ 56,39 bilhões para US$ 59,2 bilhões entre janeiro e julho deste ano...
14/08/2018 - China muda dieta de aves e suínos para lidar com guerra comercial
A China busca soluções para atenuar o efeito negativo das tarifas sobre a soja americana, como mudar a dieta de suínos e frangos -...
 
 
Rua do Comércio, nº 655
Centro, Concórdia / SC
CEP: 89700-089
Diretoria
Granjas de Material Genético
50 anos de ACCS
55 anos de ACCS
Relatórios Anuais
Frente Parlamentar
Núcleos e Associações
50 anos ACCS
55 anos ACCS
Rádio ACCS
TV ACCS
Notícias
Links da Suinocultura
Receitas
Newsletter
Agenda de Eventos
Previsão do Tempo
Galeria de Fotos
© - Ideia Good - Soluções para Internet