Suíno Preço Base
Cooper Central Aurora: R$ 3,00
Pamplona: R$ 3,00
BRF (Sadia/Perdigão): R$ 3,00
JBS Foods: R$ 2,90
+ Bonificação de Carcaça (Média da Bonificação 10%)

Ver Histórico

Bolsa de Suínos
Santa Catarina: R$ 3,62
São Paulo: R$ 4,10
Minas Gerais: R$ 4,20
Paraná: R$ 3,90

Ver Histórico

Mercado de Grãos - Santa Catarina
Milho: R$ 42,90 (Referência Copérdia)
Farelo de Soja: R$ 1,41

Ver Histórico

 
Links da Suinocultura
ABCS
ABPA
CANAL RURAL
CEPEA
CIDASC
CNA
EMBRAPA
FAESC SENAR/SC
FATMA
MAPA
MDIC
NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
O PRESENTE RURAL
PÁGINA RURAL
PORKWORLD
SAFRAS & MERCADO
SEC. DA AGRICULTURA
SUINO.COM
SUINOCULTURA INDUSTRIAL
TERRA VIVA
 
ou data:
NOTÍCIAS DA ACCS
25/04/2018 às 6h49
FUNRURAL E A AÇÃO COLETIVA DA ACCS
Nota de esclarecimento emitida pelo advogado tributarista Gian Carlo Possan
Compartilhe esta notícia:

No início do ano saiu a Lei 13.606/18 reduzindo a alíquota do Funrural de 2,3% para 1,5%. E concedeu parcelamento dos débitos, cuja adesão deve ocorrer até 30/04/2018.

Para aderir ao parcelamento, exige-se a desistência da ação judicial.

Mas a desistência da ação judicial individual, ou seja, aquela em nome do próprio produtor rural. É o que determina o inciso III do artigo 6º da IN/RFB n. 1784/2018: “A inclusão de débitos no PRR, (...) fica condicionada à protocolização de requerimento de extinção do processo com resolução do mérito, referente a ação judicial que tenha sido proposta pelo sujeito passivo(...)”.

No caso da ação coletiva da ACSS, os produtores não podem pedir a sua desistência.

Não é possível desistir de uma ação proposta por um terceiro. Quem propôs não foi o produtor sujeito passivo, mas a ACCS.

Por isso os produtores só podem desistir daquelas ações que eles próprios moveram.

E a ACCS, por sua vez, não pode extinguir o processo sob pena de prejudicar os produtores que não precisam ou não desejam aderir ao parcelamento.

A ação coletiva da ACCS, portanto, continuará ativa e os produtores que realizaram o depósito judicial não precisam se preocupar com o parcelamento ou com cobranças.

O depósito judicial serve exatamente como uma garantia aos produtores. É um direito. É uma forma de pagamento.

Quem depositou integralmente, portanto, não precisa fazer nada por enquanto. Somente aguardar o novo julgamento do STF.

Mas, existindo débitos, o produtor deve indicar no pedido previsto no Anexo I da IN/RFB 1784/18, apenas o número dos DEBCAD cujos depósitos judiciais não foram realizados.

Quanto aos débitos (DEBCAD) que tem depósito judicial, pela lei, são considerados pagos.

Assim, até 30 de abril de 2018, cabe ao produtor indicar no pedido de parcelamento apenas os débitos (DEBCAD) sem depósitos judiciais; e, na sequência, nos próximos 30 dias, conforme o §3º do artigo 6º da IN/RFB 1784/18, apresentar os comprovantes dos depósitos judiciais e a Certidão Narratória da ação coletiva da ACSS à unidade de atendimento da Receita Federal do seu domicílio até 30 de maio de 2018.

A Certidão Narratória da ação coletiva n. 5000175-03.2010.404.7212 poderá ser obtida diretamente na secretaria da Vara Federal de Concórdia-SC, pelos telefones (49) 3441-2300 ou 3441-2309; ou ainda com o advogado da ação coletiva, Dr. Gian Carlo Possan, pelo e-mail gian.possan@terra.com.br.

Outra alternativa é o produtor consolidar no parcelamento o montante total (os débitos mais os depósitos), e apresentar pedido na ação coletiva para liberação dos valores depositados, a qual ficará condicionada à decisão do juiz.

 
Comentário
 
      Nenhum comentário para esta notícia!
Deixe seu Comentário para a notícia "FUNRURAL E A AÇÃO COLETIVA DA ACCS"
(*) - Todos os campos são de preenchimento obrigatório.
Seu Nome*:
Seu E-mail*:
(o email não será publicado)
Cidade*:
Estado*:
Comentário*:
  500 caracteres restantes.
Eu li e aceito as regras de publicação de comentários. VER REGRAS

VEJA TAMBÉM - Outras Notícias da Categoria NOTÍCIAS DA ACCS
13/02/2019 - Presidente da ACCS apresenta pleitos da suinocultura na Alesc
O presidente da ACCS, Losivanio Luiz de Lorenzi, e o deputado estadual Altair Silva estiveram reunidos na manhã de hoje com o...
13/02/2019 - Coasc comemora 5 anos
Com o objetivo de amparar os suinocultores independentes, a ACCS fundou no dia 13 de fevereiro de 2014 a Cooperativa...
08/02/2019 - ACCS intermedia parceria entre produtores e empresas da Alemanha
Em parceria com Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha -- AHK, na sigla em alemão --, a ACCS está aproximando os...
07/02/2019 - Presidente da Embrapa visita unidade de Concórdia
O presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Sebastião Barbosa, visitou nesta quinta-feira (7) a Embrapa...
25/01/2019 - ENTREVISTA | Deputado Altair Silva
Em bate-papo com o presidente da ACCS, Losivanio Luiz de Lorenzi, durante o CDA Alfa 2019, o deputado estadual Altair Silva...
23/01/2019 - ACCS prestigia o CDA Alfa
Como já é tradição todos os anos, a ACCS acompanhou a abertura do 23º Campo Demonstrativo Alfa, em Linha Tomazelli, na cidade de...
14/01/2019 - Suinocultura brasileira deve retomar crescimento em 2019
O ano de 2018 foi marcado por diversas dificuldades para os suinocultores brasileiros e também para as agroindústrias. O custo de...
29/12/2018 - Mensagem do presidente | Feliz 2019!
21/12/2018 - Retrospectiva da suinocultura e os rumos para 2019
Na edição da TV ACCS de hoje, o presidente da ACCS, Losivanio Luiz de Lorenzi, faz uma avaliação do ano de 2018 para a...
14/12/2018 - Suinocultores participam de assembleia na ACCS
Suinocultores de várias regiões de Santa Catarina se reuniram em Concórdia nesta sexta-feira (14), para participar da assembleia...
 
 
Rua do Comércio, nº 655
Centro, Concórdia / SC
CEP: 89700-089
Diretoria
Granjas de Material Genético
50 anos de ACCS
55 anos de ACCS
Relatórios Anuais
Frente Parlamentar
Núcleos e Associações
50 anos ACCS
55 anos ACCS
Rádio ACCS
TV ACCS
Notícias
Links da Suinocultura
Receitas
Newsletter
Agenda de Eventos
Previsão do Tempo
Galeria de Fotos
© - Ideia Good - Soluções para Internet